Viva La Revolucion

(The Law of Free Birth)

Installation:

Modified books: screen printed, printed, and painted.

Acrylic on wood, light bulbs.

Printed paper pennants.

 

Trecho do texto de Carlos Alcobia

 

[...] No templo construído por Stephan no Museu de Arte Contemporanea de San Diego – MCASD, [...] centenas de livros de Direito penal desenhavam no chão do museu um caminho reto e estreito. Colocados de forma aberta e expondo símbolos semelhantes aos restantes elementos da instalação, denunciavam a origem comum a ambos os poderes (secular e divino), apelando à reflexão do individuo enquanto este se dirigia ao altar ladeado pela solenidade de objetos obsoletos.

 

Objetos obsoletos porque esta instalação continha uma nuance ideológica que julgo importante referir. Esses mesmos livros por serem compêndios de leis representavam simultaneamente objetos com valor material e imaterial. Contudo, e porque na altura da sua aquisição as leis inscritas nesses livros já se encontravam desatualizadas, a sua nulidade imaterial significara também a anulação de parte do seu valor material, fazendo com todos esses livros utilizados no museu de San Diego tivessem sido adquiridos por um valor irrisório.

 

O preço unitário de cada livro não representava agora uma fração do valor do objeto físico, e nessa relação económica torna-se visível uma outra relação. A relação da lei dos homens com a da sua própria temporalidade revela como a fundação do seu discurso é simultaneamente absoluta e obsoleta.

 

Além de dispositivos de mediação, os templos de Stephan constituem também dispositivos de ativação. Ao convidar o espetador a tomar uma posição no ajoelhar perante o altar ou proporcionar o isolamento contemplativo, criam-se condições para este refletir sobre novas subjetividades. Seja no espaço privado ou no espaço público, estes templos assumem a missão de acolhimento, de santuário, e de confrontação, mas nunca de doutrinação.

 

< back

FOR ART INQUIRIES, PLEASE CONTACT

SIGN UP! SUBSCRIBE TO GET THE LATEST FROM STEPHAN DOITSCHINOFF.

COPYRIGHT © 2016 STEPHAN DOITSCHINOFF. ALL RIGHTS RESERVED. SITE DEVELOPMENT ST. BALEIA

Enviando formulário…

O servidor encontrou um erro.

Formulário recebido!